... fecho os olhos e os vejo brincando no meu quintal,
repetindo minhas manhãs
feito cantar de passarim quando pega gosto de voar
quando chega a noite,
a lua desassustada sai debaixo de algum girassol
só para cobri-los serena com o manto das estrelas...

4 Comments:

  1. Cleonice Braz said...
    Que lindo... "a lua desassustada"... adoro palavras inventadas!
    Esse texto me lembra a Maria Esther Maciel... de uma sutileza ímpar!
    Obrigada pela visita ao meu blog...
    Admiro muito os seus textos...
    E já adicionei o link do blog no meu, ok?

    Beijos e até mais...

    Cleonice Braz
    Karina C. said...
    Se herdarem um pouco que seja, de sua sensibilidade e talento, temos poesia garantida por muito tempo! Demais!
    Nadia Rockenback said...
    Lindíssima composição de "adormeceres". Lindo texto! Meu carinho.
    Analuka said...
    Sim, viver e voar é arriscar!... sempre de novo! Parabéns pelo belo blog. Abraços alados!

Post a Comment




Copyright 2007 | Projeto Reticere