... saudade é que nem verso torto,
só se ajeita com reticências...

14 Comments:

  1. Bruna Wagner said...
    É difícil descrever "saudade", mas é possível interpretá-la. E você assim fez, perfeitamente. Parabéns!
    Karina Marques said...
    Acho que sou feita de reticências...

    http://lindascores.blogspot.com/
    Isabelle Lins said...
    saudade... ;/
    Beatrice said...
    ...e quando se coloca um final o ponto cai na exclamação...
    Lourdinha said...
    Adorei!!!!
    Luisa Pavanelli said...
    Hummm... saudade naum tem tradução, dificil se resumir, logo...
    Sandrinha said...
    Ah, este tal de muito mais quando estes pontos em nós resolvem ficar...

    Sandra Duarte.
    Palavras de mulher. said...
    Reticências e saudade..pode ter a mesma significação...pois deixam em nós aquele "gostinho de quero mais"...rssss..beijosssss.....
    Suspiros de uma Mariposa Apaixonada said...
    "Saudade não tem braços, mas aperta".
    Por mais triste que pareça, saudade é um dos sentimentos mais bonitos. Não sentimos saudade do que não nos emocionou ou nos fez sorrir, certo?

    Beijinho.
    Rayssa Gomes said...
    Ah que saudades... =/
    Como se faz quando as reticências não existem?
    Acumula-se as saudades desajeitadas???

    rsrs (rir pra não chorar \o/)

    Beijos a todos! ;)
    Mariana said...
    É verdade! Só existe saudade quando há reticências ...

    Quando é ponto final. Acabou. Não há mais saudade!!

    Bela tradução ...
    Analuka said...
    Ótima postagem! Os textos estão instigantes e pulsantes: uma poesia provocativa! As imagens e ilustrações, muito bem feitas e , ao mesmo tempo, fortes e delicadas. Muito bom passear por aqui, tomarei a liberdade de linkar o blog, sim? Abraços alados azuis!
    Anônimo said...
    essa "saudade"muito bem interpretada!Parabéns!
    Lee said...
    Saudade,nada mais do que realmente reticências...

Post a Comment




Copyright 2007 | Projeto Reticere